Superliga de Vôlei tem 130 casos de Covid-19 entre atletas e comissão técnica

Superliga de Vôlei tem 130 casos de Covid-19 entre atletas e comissão técnica
Na comparação com o masculino, os números do feminino chamam a atenção: 93 a 37 contaminações pelo novo coronavírus Foto: Divulgação | CBV

A pandemia da Covid-19 está sem controle na Superliga de Vôlei, especialmente no torneio feminino. Entre jogadores e membros da comissão técnica, o total de casos chega a 130. De acordo com levantamento da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), que organiza, mas não paga pelos testes, já foram registrados 93 casos do novo coronavírus somente no torneio das mulheres. Isso quer dizer que pelo menos 1/4 de todas as pessoas envolvidas na competição pelos 12 clubes pegou a doença em um intervalo de menos de três meses.

Há 50 dias, a CBV informou que tinham sido registrados, até então, 53 casos no total, entre masculino e feminino, sendo 42 de atletas. Em menos de dois meses, o número mais do que dobrou, uma vez que o total de infecções chegou a 130. Tudo isso ainda faltando oito rodadas para o fim da fase de classificação. Na comparação com o masculino, os números do feminino chamam a atenção: 93 a 37.

Diversos clubes do torneio feminino tiveram aproximadamente metade dos profissionais infectados, entre atletas e comissão, somente durante a Superliga. No Osasco, já são 15 resultados positivos. No Sesi/Bauru e no Brasília, 14. No Sesc/Flamengo, 12. No Fluminense e na equipe de São José dos Pinhais, 10. Minas e Barueri tiveram um caso cada.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *