Sete drogarias têm autorização para fazer testes rápidos de covid-19 em Salvador

Sete drogarias têm autorização para fazer testes rápidos de covid-19 em Salvador
Cinco drogarias que não estavam autorizadas a realizar o procedimento tiveram o serviço interrompidoFoto: Divulgação | Governo de SP

A Prefeitura de Salvador autorizou apenas sete drogarias a comercializarem testes rápidos para detecção do novo coronavírus. A fiscalização é realizada pela Vigilância Sanitária da capital baiana (Visa), entidade vinculada à Secretaria Municipal da Saúde (SMS). 

Fazem parte da relação de estabelecimentos autorizados duas lojas da Pague Menos, na Pituba e na Barra; duas da Drogasil, na Graça e Barra; uma da Globo, na Graça; uma Extrafarma, na Pituba; e uma São Paulo, no Canela. Uma outra unidade da São Paulo, localizada no Jardim Apipema, fez a solicitação e aguarda o processo. 

Todas as lojas possuem sala para prestação de serviços farmacêuticos e contam com a presença de um profissional legalmente habilitado, segundo a Prefeitura. Conforme a Vigilância Sanitária, até o momento, o Distrito Sanitário que mais solicitou autorização para realizar os testes foi o Barra/Rio Vermelho, seguido de Brotas.

Além das drogarias, é possível fazer exames de detecção do coronavírus em unidades públicas de saúde de Salvador e laboratórios (por meio de testes rápidos, sorológicos ou através de cotonetes que coletam secreção do nariz e garganta, o chamado RT-PCR). 

Para fazer o exame RT-PRC, os laboratórios devem estar autorizados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). A testagem pode acontecer nas próprias dependências dos estabelecimentos, via sistema drive-thru (onde o paciente fica no carro) ou através da modalidade extramuro.   

No drive-thru ou fora das instalações, é preciso cumprir exigências como o envio de requerimento preenchido pelo responsável técnico e/ou responsável legal; Documento de Arrecadação Municipal (DAM) referente à Taxa de Emolumento quitado; e layout da área onde vai ser feita a coleta, demonstrando o fluxo de atendimento entrada e saída de veículos.   

Já a drogaria deve seguir as Boas Práticas Farmacêuticas, nos termos da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 44. Os locais precisam garantir o registro e rastreabilidade dos resultados. Os documentos apresentados para autorização junto à Vigilância são os mesmos exigidos para os laboratórios. Não é permitido realizar testes rápidos sob forma de drive-thru e extramuro.  

Cinco drogarias que não estavam autorizadas a realizar o procedimento tiveram o serviço interrompido pela Vigilância Sanitária. É possível denunciar casos de irregularidades nos serviços dos laboratórios ou drogarias através da ouvidoria Geral do Município (OGM), pelo Fala Salvador 156, ou através do e-mail visaservicos1 @ gmail. com. 

1 comment

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

1 Comment

  • Luzia da Silva Dias
    6 de outubro de 2020, 17:22

    Onde fazer teste covid

    REPLY