Secretário de Mandetta no Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira pede demissão

Secretário de Mandetta no Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira pede demissão
Wanderson (à esq.) e Mandetta durante coletiva no Palácio do PlanaltoMarcello Casal Jr. | Agência Brasil

Um dos coordenadores da estratégia do Ministério da Saúde contra a pandemia do novo coronavírus, o secretário de Vigilância em Saúde da pasta, Wanderson de Oliveira, pediu demissão do cargo na manhã desta quarta-feira, 15. A informação foi divulgada pelo próprio ministério, em nota.

Oliveira era homem de confiança do ministro Luiz Henrique Mandetta, sendo responsável direto por desenhar medidas de combate à Covid-19. Ele participava diariamente das coletivas de imprensa no Palácio do Planalto. A saída do secretário ocorre em meio a dúvidas sobre a permanência de Mandetta no cargo.

Segundo informações da coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, o ministro disse nesta terça, 14, em conversa com integrantes da sua equipe, que deve ser demitido ainda esta semana pelo presidente Jair Bolsonaro e que combinou de ficar no posto até um substituto ser definido.

Nesta manhã, Bolsonaro afirmou, em conversa com apoiadores, que estava resolvendo a “questão” da Saúde para “tocar o barco”, sem fazer referência direta a Mandetta.

Também nesta manhã, Oliveira enviou um e-mail a seus subordinados, no qual avisava que o ministro seria demitido nas “próximas horas ou dias” e que era a hora de se preparar para sair com o chefe. O secretário estava no cargo por indicação de Mandetta e, assim como ele, é defensor da estratégia de isolamento social como forma de arrefecer a contaminação.

Na carta, revelada pela colunista Mônica Bergamo, da Folha, Oliveira demonstrou preocupação sobre como a demissão seria feita, se por um aviso formal e “respeitoso” ou pelo Twitter.

Oliveira está no ministério há 15 anos e foi um dos responsáveis pela coordenação de ações do governo contra a pandemia de influenza e síndrome da zika congênita.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *