Salvador chega ao 5º dia seguido com ocupação de leitos de UTI Covid acima de 60%

Salvador chega ao 5º dia seguido com ocupação de leitos de UTI Covid acima de 60%
Prefeitura e governo devem reativar leitos exclusivos para a Covid-19Foto: Divulgação

Salvador completou nesta segunda-feira, 30, cinco dias seguidos com a taxa de ocupação de leitos de UTI adulto para a Covid-19 acima de 60%. É a primeira vez que isso acontece desde o dia 6 de agosto.

>>Hospital Municipal vai dobrar número de leitos de UTI para Covid-19

Além disso, os números, se mantidos nos próximos dias, poderiam levantar a necessidade, pelo menos na teoria, de um endurecimento em medidas restritivas, conforme os critérios da própria prefeitura. Pelo protocolo de retomada econômica, a fase 3, na qual se encontra a cidade, exige patamar máximo de 60% de ocupação de leitos de UTI.

Na fase 3, foram liberados para reabrir clubes sociais, teatros e cinemas, entre outros estabelecimentos. No entanto, essa liberação ocorreu de forma gradativa. Os clubes foram autorizados a funcionar no final de agosto, enquanto teatros e cinemas só voltaram a abrir em meados de setembro. Na Bahia, a taxa atual de ocupação de leitos de UTI adulto é de 68%.

Ao inaugurar nesta segunda o Natal da Esperança, no Campo Grande, o prefeito ACM Neto não descartou a adoção de medidas restritivas “se o quadro se agravar”, mas destacou não haver “necessidade” no momento. O primeiro movimento será a reativação de leitos exclusivos para a Covid-19.

O governo do Estado também informou que, “a princípio”, não é avaliada qualquer medida restritiva. Na Bahia, a taxa atual de ocupação de leitos de UTI adulto é de 68%.

“A gente quer trabalhar com um parâmetro de 60% [de ocupação]. Nosso objetivo é abrir novos leitos para que essa margem possa ser respeitada. Estou fazendo de tudo para evitar medidas mais duras, como o fechamento do comércio. Espero que isso não seja necessário, que a gente não tenha que viver essa realidade. Porém, depende da postura de cada um”, declarou o prefeito.

Para acesso à Praça Dois de Julho, onde foi montada a iluminação de Natal, será obrigatório agendamento por site, informou Neto. Haverá limite de 500 pessoas por horário de visita, com tempo máximo de 30 minutos e higienização do local entre os horários. Segundo o prefeito, caso fosse adotado na praça o mesmo critério dos shoppings (de uma pessoa a cada 9 m²), poderiam circular pelo espaço até 800 pessoas. No entanto, teria sido adotada uma “margem de segurança”.

“Precisamos de fé e de uma boa dose de consciência. O maior presente que Salvador pode ganhar é as pessoas terem consciência de que o vírus está se espalhando cada vez com uma velocidade maior, que esse inimigo continua matando muita gente e que nós precisamos que cada um cuide da sua própria vida. Que tenham todos os cuidados, como o uso de máscara e evitar as aglomerações”, acrescentou Neto.

Em entrevista à TV Bahia, o secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, afirmou que os números atuais remetem ao início da pandemia e previu um aumento da letalidade nas próximas semanas.

“Essa elevação [do número de casos] era previsível, estávamos enxergando uma flexibilização fora de controle em todo o estado e no país, com as carreatas, festas. A população não conseguiu se desmobilizar da forma como se mobilizou, e esses fenômeno pré-eleitorais foram responsáveis por alavancar isso em todo o país”, disse o secretário.

“Aconteceu em São Paulo, Paraná, Espírito Santo, Rio de Janeiro e aqui na Bahia já temos uma semana, indo para duas, de aumento sucessivo do número de casos ativos, casos notificados e número de testagens no Laboratório Central, e de notificações por parte dos municípios”, completou o titular da Sesab.

Em São Paulo, o governador João Doria anunciou nesta segunda um recuo no plano de flexibilização econômica e colocou todo o estado na fase amarela, mais restritiva que a verde. Na fase amarela, haverá, por exemplo, limitação maior dos horários de funcionamento do comércio e serviços.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *