Programa ‘Salvador por Todos’ é prorrogado por até três meses; PL será encaminhado à CMS

Programa ‘Salvador por Todos’ é prorrogado por até três meses; PL será encaminhado à CMS
ACM Neto anunciou, também, que pessoas em situação de rua deverão migrar para o programa Salvador por Todos para receberem R$ 270Foto: Valter Pontes | Divulgação | Secom

O programa Salvador por Todos, auxílio que beneficia trabalhadores informais e individuais cadastrados junto ao município, no valor de R$ 270, será prorrogado por até três meses. O anúncio foi feito pelo prefeito ACM Neto (DEM), durante coletiva virtual à imprensa, por meio do aplicativo Zoom, na manhã desta terça-feira, 15, em que apresentou um balanço dos seis meses de medidas contra a Covid-19 (novo coronavírus) em Salvador.

De acordo com Neto, o projeto de lei (PL), com o pedido de prorrogação do programa, será encaminhado ainda nesta terça para a Câmara Municipal de Salvador. “O programa foi concebido no início da pandemia, o que nos deu embasamento e condições de distribuir quase 1 milhão de cestas e o benefício de R$ 270 para quase 30 mil pessoas”, afirmou. Segundo o gestor municipal, a prefeitura estava autorizada a pagar o benefício do Salvador por Todos até setembro. “Estamos pedindo autorização por até mais três meses. A partir daí, a cada mês a prefeitura vai decidindo se vai ser efetuado o pagamento do mês seguinte”, explicou.

De acordo com o prefeito, os beneficários continuam sendo os mesmos, mas com uma transição: as pessoas em situação de rua, que fazem as refeições diariamente nos centros de distribuição ( Barroquinha, Itapuã, estacionamento São Raimundo, Pau da Lima e São Tomé de Paripe) deverão migrar para o Salvador por Todos, para receber os R$ 270. “A ideia é desativar os cinco centros de distribuição de refeições no fim de setembro e, em outubro, estas pessoas em situação de rua já comecem a receber”, disse.

Na oportunidade, ACM Neto anunciou, ainda, a prorrogação da concessão de cestas básicas a mototaxistas e autorização para pessoas em situação de extrema vulnerabilidade social também receberem. Questionado sobre uma possível abertura das praias da capital baiana, o gestor disse que, em breve, algumas praias devem abrir de segunda a sexta-feira com limite de atividades. “Estamos mais próximos do que nunca de dar início à reabertura das praias, com a preocupação de que Salvador não seja palco do que estamos vendo em todo o Brasil, com aglomeração de pessoas”, concluiu.

1 comment

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

1 Comment

  • allan
    15 de setembro de 2020, 14:36

    ESSE PREFEITO ACHA QUE É O DONO DA CIDADE. É DE UMA INCOERÊNCIA ABSURDA, POIS MANTÉM AS PRAIAS FECHADAS E A FROTA DE ONIBUS REDUZIDA, O QUE PROVOCA MUITO MAIS AGLOMERAÇÃO E EM AMBIENTE FECHADO. DIFERENTEMENTE DAS PRAIAS. ABRE OS OLHOS PREFEITO

    REPLY