OMS não vai recomendar vacina russa por falta de informações técnicas

OMS não vai recomendar vacina russa por falta de informações técnicas
Produto russo apresenta resultados apenas da fase 1Foto: Divulgação | Governo de São Paulo

A Organização Mundial da Saúde (OMS) não vai recomendar a vacina russa. A informação foi divulgada nesta terça-feira, 11, pelo diretor-assistente da Organização Panamericana de Saúde (Opas), Jarbas Barbosa da Silva Jr. Segundo a OMS, a vacina ainda não possui os resultados de ensaios clínicos das fases 1, 2 e 3.

De acordo com informações da Folha de S. Paulo, o diretor-assistente afirmou que a OMS ainda não recebeu informações técnicas do governo russo sobre a vacina registrada. O governo pretende usá-la ainda este mês.

“Uma vacina só pode ser aplicada em qualquer lugar do mundo depois que realizar os ensaios clínicos das fases 1, 2 e 3 e comprovar sua segurança e eficácia”, disse.

O produto russo apresenta resultados apenas da fase 1. Segundo o diretor, além da conclusão dos ensaios, é preciso de análises pelas autoridades regulatórias dos países que devem comercializar a vacina. Ela só poderá ser recomendada e pré-qualificada após adquirir o produto por meio do fundo rotativo de vacinas depois de analisar os dados.

“Numa emergência de saúde pública, há processos para uma avaliação mais rápida, mas apenas com garantia de eficácia e segurança”, declarou Barbosa da Silva.

Ele pontuou ainda que é importante o esforço para o aumento da capacidade de produção para uma vacina, mas qualquer uma deve seguir os procedimentos metodológicos e, além da segurança, informar o grau de eficácia.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *