Mutações não impactam em velocidade de transmissão do coronavírus, diz pesquisa

Mutações não impactam em velocidade de transmissão do coronavírus, diz pesquisa
Pesquisadores identificaram mais de 12.700 mutações no vírus SARS-CoV-2Foto: Freepik

Apesar do novo coronavírus estar sofrendo mutação à medida que se espalha pelo mundo na pandemia, nenhuma delas é capaz de fazer que o vírus se espalhe mais rapidamente, de acordo com pronunciamento de cientistas nesta quarta-feira, 25.

Os pesquisadores identificaram mais de 12.700 mutações no vírus SARS-CoV-2 através de um estudo feito com 46.723 pessoas com covid-19 em 99 países

“Felizmente, descobrimos que nenhuma dessas mutações está fazendo a Covid-19 se espalhar mais rapidamente” disse a professora do Instituto de Genética da University College de Londres e uma das líderes do estudo, Lucy van Dorp.

Entre mais de 12.706 mutações identificadas, cerca de 398 parecem ter ocorrido repetidamente e de forma independente, disseram os pesquisadores no estudo. Entre as 398 mutações, os cientistas se concentraram em 185, que eles descobriram ocorrer pelo menos três vezes de forma independente durante a pandemia.

Evidências de que alguma das mutações comuns esteja aumentando a transmissibilidade do vírus não foram encontradas pelos cientistas.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *