Mutação do coronavírus causou 2ª onda de covid-19 na Europa, aponta estudo

Mutação do coronavírus causou 2ª onda de covid-19 na Europa, aponta estudo
Transformação foi originada em trabalhadores agrícolas no nordeste da Espanha, segundo o estudoFoto: Reprodução | FP

Estudos de uma universidade suíça, a ETH Zürich, apontaram que os casos de Covid-19 na Europa aumentaram devido à mutação do novo coronavírus, no qual foi rastreada a partir da Espanha.

Centenas de mutações do novo coronavírus já foram identificadas na Europa. No entanto, de acordo com esse estudo, poucas foram tão difundidas como essa nova mutação, chamada de “20A.EU1”. Ela teria sido responsável por gerar a 2ª onda no continente.

Além disso, o estudo evidencia que, provavelmente, a mutação se originou em trabalhadores agrícolas no nordeste da Espanha, no qual foi registrada pela primeira vez em junho. Posteriormente aconteceram eventos “super espalhadores” durante o verão europeu. E isso ficou agravado quando as viagens pela Europa foram liberadas. Em julho, seis países já teriam registrado a presença da mutação “20A.EU1”.

De acordo com o estudo, 4 em cada 5 casos novos no Reino Unido aconteceram por causa dessa mutação. Os cientistas relacionaram esse índice a transmissões individuais ocorridas em julho e agosto.

“O aumento da prevalência de 20A.EU1 em toda a Europa implica que as diretrizes e restrições para viagens de verão geralmente não foram suficientes para prevenir a transmissão”, disseram os cientistas.

A pesquisa apontou que a mutação está presente em 12 países da Europa, assim como em Hong Kong e na Nova Zelândia.

Contudo, os cientistas não conseguiram concluir se a mutação é mais perigosa do que o vírus original, pois, segundo eles, “a ausência de sequenciamento consistente e uniforme em toda a Europa limitou os esforços”.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *