Mulher entra na Justiça por auxílio emergencial de US$ 1 mil, citado por Bolsonaro na ONU

Mulher entra na Justiça por auxílio emergencial de US$ 1 mil, citado por Bolsonaro na ONU
No total, o trabalhador aprovado no programa recebeu R$ 4,2 mil, o equivalente a US$ 766Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil

Uma dona de casa do Rio de Janeiro entrou com uma ação na Justiça requerendo a diferença do valor do auxílio emergencial, pago durante a pandemia da Covid-19 (novo coronavírus), anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em discurso na Organização das Nações Unidas (ONU), na última terça-feira, 22. Na ocasião, Bolsonaro disse que pagou aproximadamente US$ 1 mil do benefício por pessoa.

A dona de casa recebeu R$ 2,4 mil, em quatro parcelas de R$ 600, assim como os outros beneficiados. O trabalhador aprovado no programa recebeu, no total, R$ 4,2 mil, o equivalente a US$ 766. Portanto, o valor de US$ 1 mil não é verdadeiro.

Na petição, a defesa da dona de casa escreveu que, na atual cotação do dólar, o valor total do auxílio que deveria ter sido recebido pela cliente é de R$ 5.540. A defesa sustenta que o valor recebido teve “importantíssima relevância”, mas que não foi o suficiente para gastos como saúde, educação e moradia. É pedido, ainda, dano moral, totalizando a causa em R$ 9.420. O Governo Federal deve prestar informações em 10 dias e, caso não reconheça o pedido, apresente contestação em até 30 dias.

5 comments

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

5 Comments

  • antonio marcos bonfim
    26 de setembro de 2020, 15:58

    vai chupar prego

    REPLY
  • Marcelo Gazar
    27 de setembro de 2020, 08:19

    Muito pior que esta pobre mulher, são vocês que dão "asas" a uma idiotice desta.
    Vocês são responsáveis (ou irresponsáveis) pelo que o povo se alimenta de informações.
    Sorte dela que eu não sou Juiz e não estarei julgando a ação.

    REPLY
  • Roberto Macedo de Aguiar
    27 de setembro de 2020, 09:15

    A Senhora que entrou com a ação contra o Governo Federal deveria votar aos bancos escolares para reaprender o português . Ouviu a declaração do Presidente mais não conseguiu entender.

    REPLY
  • Sandra Costa
    27 de setembro de 2020, 09:26

    Meu Deus… a que ponto chega um ser humano. Acho que não entendeu a expressão: … de aproximadamente U$1.000… queria ver se o Governo e a Prefeitura não ajudassem em nada, nesse período, do que iriam reclamar?! . Do limão se faz uma limonada, vai empreender ao invés de querer dinheiro fácil. Vamos trabalhar meu povo!

    REPLY
    • Marcelo Alves de Magalhães Magalhães@Sandra Costa
      28 de setembro de 2020, 06:28

      A autora da ação deveria tomar, como pena, 10 chicotadas e o seu advogado 20 chicotadas.

      REPLY