MP abre inquérito civil para apurar se Pazuello cometeu improbidade administrativa

MP abre inquérito civil para apurar se Pazuello cometeu improbidade administrativa
Procuradoria da República no Distrito Federal vai investigar suposta ilegalidade no uso de recursos para compra de medicamentos sem eficácia e omissão em relação a vacinasFoto: Agência Brasil

A Procuradoria da República do Distrito Federal abriu inquérito civil para apurar se o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, cometeu improbidade administrativa em relação a ações de combate à Covid-19.

O Ministério Público Federal vai investigar se houve ilegalidade no uso de recursos para comprar medicamentos sem eficácia comprovada; baixa execução orçamentária dos recursos no combate à Covid; omissão de providências do ministério na compra de vacinas.

O inquérito aberto no âmbito da Procuradoria do Distrito Federal é de natureza civil, ou seja, pode levar a sanções como perda da função pública, suspensão de direitos políticos, ressarcimento aos cofres públicos, entre outras. Em outra frente, a penal, o ministro já é investigado em inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal.

O Ministério Público pretende ainda ouvir depoimentos, como testemunhas, dos presidentes do Conselho Nacional de Saúde, do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde, do Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde. A intenção é ouvir ainda os ex-Ministros da Saúde, Nelson Teich e Luís Henrique Mandetta.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *