Ministério só consegue comprar 17% dos remédios de intubação

Ministério só consegue comprar 17% dos remédios de intubação
Hospitais no interior paulista têm leitos sem uso por falta de medicamento para sedar pacientesFoto: AFP

O Ministério da Saúde está com dificuldades para refazer a reserva técnica de remédios do kit intubação, que está praticamente zerada. Esses medicamentos são usados no tratamento de pacientes de covid-19 em estado grave.

Nota técnica da pasta do dia 12, obtida pelo jornal Estado de S. Paulo, mostra que o governo tentou comprar doses para seis meses, mas só conseguiu 17% do planejado. Em meio à explosão de casos de covid-19 no País, hospitais em cidades paulistas – como São Sebastião, São Carlos e Pirassununga – restringem o atendimento de pacientes por falta de remédio.

O ministro Marcelo Queiroga disse nesta quarta-feira, 12, que deve receber mais lotes em até dez dias. Esses remédios garantem que o paciente seja intubado sem sentir dor e sem tentar arrancar o tubo em reação involuntária.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *