Ministério Público pede afastamento de prefeito de Manaus por suposta fraude na vacinação

Ministério Público pede afastamento de prefeito de Manaus por suposta fraude na vacinação
O MP pede à Justiça o afastamento do prefeito, além do bloqueio dos bens para pagamento de multaFoto: Reprodução | Redes Sociais

O Ministério Público do Amazonas (MP-AM) entrou, nesta segunda-feira, 22, com uma ação de improbidade administrativa contra o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), a secretária municipal de Saúde, Shadia Fraxe, e mais 10 médicos.

Todos são suspeitos de participação de um processo irregular de contratação para furar a fila da vacinação contra a Covid-19.

O MP pede à Justiça o afastamento do prefeito, de seu assessor, Djalma Coelho, e da secretária, além do bloqueio dos bens dos acusados para pagamento de multa: R$ 180 mil para o gestor municipal, R$ 135 mil para Shadia e R$ 124.117,10 para Coelho. Para todos os demais, o valor estipulado é de R$ 80 mil.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *