Mais de 21 mil pessoas da comunidade escolar de Cajazeiras são testadas para Covid-19

Mais de 21 mil pessoas da comunidade escolar de Cajazeiras são testadas para Covid-19
Atendimento acontece das 8h às 12h e das 13h às 17hFoto: Paula Fróes | GOVBA

Dando continuidade à agenda de testagem da Covid-19 em escolas da rede estadual de Ensino, as secretarias da Educação e Saúde realizam o teste de diagnóstico da doença em cerca de 21,8 mil estudantes e trabalhadores de 21 escolas. Nesta quinta-feira, 1º, os testes serão realizados em Cajazeiras VI.

A ação ocorre no Colégio Estadual Ana Bernardes, escola-polo do bairro, que recebe a sua própria comunidade escolar, e no Colégio Estadual Luiz Fernando Macedo Costa, escola-polo de Cajazeiras VII, que também atende a própria comunidade escolar.

De acordo com informações da Secretaria de Comunicação (Secom), o atendimento acontece das 8h às 12h e das 13h às 17h. Os testes aplicados são do tipo RT-PCR, que serão analisados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). A testagem para o novo coronavírus está sendo realizada em Cajazeiras IV, V, VI, VII, VIII e X; Fazenda Grande II; Dom Avelar; Águas Claras; Castelo Branco; e Valéria.

“Na primeira etapa, no subúrbio ferroviário, nós atendemos em torno de 30 mil pessoas. Nesta nós vamos atender em torno de 22 mil. Estamos atendendo Cajazeiras, Castelo Branco, Valéria e todo o entorno, que a gente chama de Polo de Cajazeiras. Essa aproximação é um cuidado com as pessoas, porque não é só a gente ter o resultado do teste, mas, antes de tudo, poder fazer um acompanhamento da comunidade escolar”, informou o coordenador de Projetos para a Educação da Secretaria da Educação do Estado, Helder Amorim.

Tainá Silva, 12, é uma das estudantes que realizou o teste. “É importante para se prevenir, para se estiver doente, saber e poder cuidar, para não acontecer alguma coisa, para não morrer. Também é importante para não passar a doença para pessoas da família”, afirmou a menina. A mãe dela, Jucicleide da Silva, acompanhou a filha e aprovou a iniciativa. “Na minha residência mora minha mãe, que é idosa. Tainá é jovem, vive unida com outros jovens e nós não sabemos quem é portador desse vírus”.

Cronograma

  • Em Cajazeiras VI, o Colégio Estadual Ana Bernardes, escola-polo do bairro, recebe a sua própria comunidade escolar no dia 1º de outubro;
  • O Colégio Estadual Luiz Fernando Macedo Costa, escola-polo de Cajazeira VII, também atende, no dia 1º de outubro, a sua comunidade escolar;
  • O atendimento segue no dia 2 de outubro, com o Colégio Estadual Rafael Oliveira, escola-polo de Cajazeira VIII, recebendo sua própria comunidade escolar;
  • E no mesmo dia 2, o Colégio Estadual Professor Nelson Barros, escola-polo de Cajazeira X, atende a sua própria comunidade escolar, assim como a do Colégio Estadual Dona Mora Guimarães.
  • Na Fazenda Grande II, o Colégio Estadual Luis José de Oliveira, escola-polo do bairro, recebe, no dia 5 de outubro, as comunidades escolares da própria unidade escolar, além das comunidades do Colégio Estadual Oliveira Brito e da Escola Estadual Lea Leal;
  • Também no dia 5, o Colégio Estadual Conselheiro Vicente Pacheco de Oliveira, escola-polo do bairro Dom Avelar, atende a sua própria unidade escolar;
  • Em Águas Claras, os colégios estaduais Renan Baleeiro e Santa Rita de Cássia, escolas-polo do bairro, recebem, respectivamente, as suas comunidades escolares no dia 6 de outubro;
  • No dia 7 de outubro, também recebem as suas comunidades escolares, o Colégio Estadual Raymundo de Almeida Gouveia e a Escola Professor Roberto Santos, escolas-polo do bairro Castelo Branco;
  • Em Valéria, o Colégio Estadual Professora Noemia Rego, escola-polo do bairro, atende sua própria unidade escolar, no dia 8 de outubro;
  • No mesmo dia 8, o Colégio Estadual Eduardo Bahiana, escola-polo do bairro de Fazenda Grande II, atende sua própria unidade escolar. E no dia 9 de outubro, recebe a comunidade escolar do Colégio da Polícia Militar (CPM) – Dona Leonor Calmon.
  • Ainda no dia 9, o Colégio Estadual Dinah Gonçalves, também escola-polo de Valéria, atende sua própria comunidade escolar, assim como a do Colégio Estadual Nossa Senhora de Fátima.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *