Léo Prates admite ‘frustração’ com primeira semana de vacinação: ‘Quantidade nem perto do suficiente’

Léo Prates admite ‘frustração’ com primeira semana de vacinação: ‘Quantidade nem perto do suficiente’
De acordo com o gestor, primeira remessa destinada para Salvador não foi suficiente e subaproveita estrutura montadaRaul Spinassé | AG. A TARDE

Ao comentar sobre a primeira semana de vacinação contra a Covid-19 em Salvador, o secretário municipal de Sáude Léo Prates admitiu estar “frustrado” com as limitações apresentadas pela baixa quantidade de doses disponibilizadas. De acordo com o gestor, as 42 mil doses que foram destinadas a Salvador não chegaram nem perto de criar uma imunização considerável para o 1º grupo prioritário e acabam subaproveitando o aparato montado pela Prefeitura para o Plano Municipal de Imunização.

“O problema é matemático. A gente está recebendo a vacina a contagotas e isso dificulta muito o trabalho da gente. Se eu pudesse pegar e mobilizar toda a minha estrutura, 150 salas de vacina, os 9 drive-thrus, que eu queria mobilizar, seria muito mais fácil”, avaliou.

Para Prates, o problema só será sanado mediante a disponibilização de mais doses de vacinas. Nesta sexta, 2 milhões de doses da vacina de Oxford chegam ao Brasil e nas estimativas do secretário, cerca de 29 mil doses serão disponibilizadas para Salvador. “Vai dar para imunizar entre 13 mil, 15 mil pessoas. Ainda é pouco”.

De acordo com o vacinômetro, ferramenta desenvolvida pela prefeitura onde é possível acompanhar o número total de vacinados, 9.459 pessoas foram imunizadas até às 10h40 desta sexta -feira, 22. “É muito pouco. Se você me perguntar, ‘você está frustrado?’ Estou. Termino a semana frustrado”, lamentou.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *