Governo da Bahia decreta toque de recolher em cidades do Extremo Sul por 5 dias

Governo da Bahia decreta toque de recolher em cidades do Extremo Sul por 5 dias
Segundo Rui, região teve "explosão" de casos de Covid-19 nos últimos dias |Foto: Reprodução | YouTube

O governador Rui Costa anunciou nesta terça-feira, 2, que fará, a partir desta quarta, 3, toque de recolher por cinco dias em cidades do Extremo Sul do estado para reduzir a curva de contaminação pelo novo coronavírus.

Segundo o governo estadual, as medidas mais restritivas vão atingir os municípios de Itamaraju, Teixeira de Freitas, Nova Viçosa, Mucuri, Prado, Ibirapuã, Vereda, Itanhém, Medeiros Neto, Alcobaça Lajedão, Caravelas, Eunápolis, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Itapebi, Belmonte, Itabela e Guaratinga.

Em entrevista para a imprensa do Litoral Norte e Nordeste da Bahia, Rui justificou que há um aumento preocupante na quantidade de casos da doença naquela região. Um exemplo citado por ele foi o de Teixeira de Freitas, que tem taxas de contaminação de mais de 20%.

“Vamos limitar a circulação de pessoas a partir de 18h até 5h, em todas as cidades do Extremo Sul a partir de amanhã, onde houve uma explosão demasiada de casos. O que queremos evitar é colecionar mortos nos próximos dias. Por causa disso, estamos pedindo a união do pessoal do Extremo Sul por cinco dias para que, a partir da próxima quarta-feira, possamos reabrir gradualmente com taxas bem menores”, pediu o governador, que considera a medida essencial para evitar o colapso no sistema de saúde do Extremo Sul.

“A região que mais preocupa nossa gestão, no que se refere ao avanço do coronavírus, é o extremo-sul. Hoje, conversamos sobre a necessária e urgente medida de maior restrição, após constarmos taxas altíssimas, com cidades chegando a 200 casos e crescimentos médios diários de 28%, inclusive Eunápolis, Porto Seguro, Teixeira de Freitas, Itamaraju. Se não tomarmos medidas, poderemos presenciar uma explosão de casos e uma explosão de demanda de UTI de leitos clínicos, que não podemos ofertar. Quero pedir a compreensão de todos da região extremo-sul, pois não podemos ter uma explosão e depois contabilizar um grande número de mortes”, alertou.

Apenas serviços essenciais – caso de agências bancárias, supermercados, farmácias e saúde – poderão funcionar durante a validdade do decreto, que termina na próxima terça, 9.

*Atualizada às 14h21.

1 comment

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

1 Comment

  • Claudio
    2 de junho de 2020, 14:28

    Toque de recolher?
    Ah, se fosse Bolsonaro quem decretasse algo com um nome destes…
    "Ditador fascista", logo diriam, kkk.

    REPLY