Fiscalização em bares e restaurantes será intensificada neste fim de semana

Fiscalização em bares e restaurantes será intensificada neste fim de semana
Equipe será ampliada, de 120 para 200 profissionaisFoto: Divulgação | Sedur

A fiscalização em bares e restaurantes da capital baiana será intensificada a partir desta sexta-feira, 14, até o domingo, 16, pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur).

O objetivo da ação é monitorar se esses estabelecimentos, que normalmente recebem maior fluxo de pessoas aos finais de semana, seguirão obedecendo aos protocolos geral e setorial de funcionamento para conter a disseminação do novo coronavírus.

Para isso, a equipe será ampliada, de 120 para 200 profissionais, entre eles fiscais da Sedur, Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar da Bahia (PM-BA). De acordo com o titular da Sedur, Sérgio Guanabara, a fiscalização neste final de semana será feita com todo o rigor.

“Estaremos com um contingente superior já a partir de hoje, fiscalizando todos os protocolos determinados para o comércio, mas dando um tratamento diferenciado aos bares e restaurantes. Não iremos, por exemplo, permitir que esses locais fiquem com pessoas em pé, sem máscara ou consumindo bebida na rua. Além disso, se algum bar ou restaurante for pego funcionando depois das 23h, faremos a interdição imediata do espaço”, ressaltou o secretário.

Nesta semana, de segunda-feira, 10, até quinta-feira, 13, a Sedur realizou 1.655 vistorias em estabelecimentos que reabriram junto com a fase dois do plano de retomada das atividades e em espaços que já estavam autorizados a funcionar. Seis bares e uma loja de material de construção foram interditados por infringir as determinações municipais.

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) também estará com 42 agentes nas ruas para fiscalizar denúncias de poluição sonora, neste final de semana. Serão duas operações ocorrendo simultaneamente pela cidade, denominadas Sílere e Fique em Casa, ambas terão apoio da PM-BA.

As ações visam coibir poluição sonora em estabelecimentos comerciais e residenciais, bem como eventuais aglomerações com “paredões” formados e os agentes atuarão, principalmente, nas áreas com maior número de reclamações. A população pode fazer denúncias para Coordenadoria de Fiscalização e Combate à Poluição Sonora pelos telefones Fala Salvador 156 ou Disque Coronavírus 160.

1 comment

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

1 Comment

  • Bruno
    15 de agosto de 2020, 03:28

    Fiscalizem Itapuã, aglomeração e sem distanciamento.

    REPLY