Por falta de imunizantes, secretário anuncia suspensão de primeira dose da vacina em Salvador

Por falta de imunizantes, secretário anuncia suspensão de primeira dose da vacina em Salvador
Aplicação da segunda dose na cidade está garantidaFoto: Agência Brasil

O secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates, afirmou nesta terça-feira, 16, que terminou o estoque da primeira dose de vacinas contra Covid-19 na capital baiana. Segundo Prates,a prefeitura agora está aguardando o recebimento de mais imunizantes pelo governo federal.

No entanto, a aplicação da segunda dose na cidade está garantida. Diferentemente do que aconteceu na primeira aplicação, profissionais da saúde poderão se dirigir a pontos fixos de vacinação.

“Lamentamos o fim das primeiras doses da vacina para Covid-19! Nesse momento estamos suspendendo a vacinação em Salvador, para 1ª dose, continuando apenas com a 2ª dose! Aguardamos o recebimento de novas doses do Governo Federal para dar continuidade ao Plano de Vacinação”, diz a mensagem publicada por Prates

Em alguns pontos de vacinação de Salvador, as doses terminaram antes de meio-dia desta terça-feira.  No 5º Centro de Saúde Clementino Fraga, nos Barris, a procura pela vacinação levou centenas de pessoas ao local já pela manhã. Com a procura intensa, acabaram as 2.550 últimas doses que sobraram do último lote da Coronavac enviado para Salvador.

De acordo com o secretário da Saúde do Estado (Sesab), Fábio Vilas-Boas, cerca de 300 mil doses da Coronavac devem chegar ao estado na próxima semana. O governo federal atrasou o envio da vacina aos estados, previsto para esta quarta-feira, 17, por causa da pouca quantidade entregue pelo Instituto Butantan, que produz o imunizante no país.

A expectativa é que o Ministério da Saúde distribua as novas doses a partir do dia 23. Vilas-Boas criticou a lentidão no avanço do cronograma de vacinação e alertou que isso pode favorecer à disseminação de novas cepas do Sars-CoV-2.

“Eles (Ministério da Saúde) disseram que estão recebendo fracionado do Butantan e que vão juntar o pingadinho pra fazer um total de 3,8 milhões de doses pro Brasil”, justificou.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *