Em meio a surto do coronavírus, população sofre com falta de água em Salvador

Em meio a surto do coronavírus, população sofre com falta de água em Salvador
Moradores da Rua Cândido Sales contaram com solidariedade de vizinhos | Foto: Cidadão Repórter

Após acompanhar o avanço nos casos do novo coronavírus numa escala mundial, a população soteropolitana já encara a Covid-19 como uma realidade cada vez mais próxima. O cuidado com a higiene é um dos pontos determinantes para evitar o contágio da doença, entretanto, em alguns bairros de Salvador, um antigo problema vai na contramão das recomendações de prevenção, a falta de água.

Em contato com o Portal A TARDE, moradores da Rua Cândido Sales, em Nova Brasília de Valéria, periferia da capital, denunciaram a falta de abastecimento na localidade há pelo menos oito dias. Aproximadamente trinta famílias residem no logradouro.

“Nem do tanque tem mais”, revelou no início da manhã uma senhora, sem se identificar, enquanto ela e outros moradores carregavam baldes numa ladeira . A comunidade conta com a solidariedade de um vizinho da parte baixa da rua que compartilha a torneira.

Procurada pela reportagem, na tarde de terça-feira, 17, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) informou por meio da assessoria que uma equipe seria enviada ao local para verificar a ocorrência. Conforme informado pelos moradores, funcionários da empresa estiveram na rua e o problema foi solucionado por volta das 9h30 desta quarta-feira, 18. De acordo com os técnicos, o problema foi causado por uma vazamento na rede que abastece o local.

Posto de saúde

Denunciada por moradores ao Portal Pau da Lima, a falta de água na região do bairro de Pau da Lima afetou o atendimento na Unidade Básica de Saúde Edgar Pires da Veiga. A ocorrência foi confirmada pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

Segundo nota enviada pela pasta, o fornecimento “foi prejudicado entre os dias 11 e 13 de março por desabastecimento da Embasa”. Ainda segundo a SMS, a gerência do posto solicitou de imediato um carro-pipa, que só chegou na unidade na manhã de segunda-feira, 16, normalizando os serviços no local. Por conta do problema, consultas e exames dos pacientes estão sendo remarcados.

A Embasa informou à reportagem que forneceu 10 mil litros de água ao posto de saúde. Após a denúncia de que a unidade de saúde estaria sem água, a empresa explicou por meio de nota que deslocou outro carro-pipa para o local, mas constatou que o posto continuava abastecido, inclusive o fornecimento pela rede distribuidora de água está normal.

Unidade de saúde teve funcionamento afetado | Foto: Reprodução | Google Street View

Em tratamento contra um câncer, a técnica em Enfermagem Nilma da Silva Moreira, de 32 anos, foi uma das prejudicadas com a falta de água. Em conversa com o Portal A TARDE, ela cobrou maior atenção da Embasa em tempos de pandemia de Covid-19.


É complicado, a Embasa desta forma está contribuindo para a proliferação da doença, porque a água é a base para limpeza e higienização

observa a moradora.

Nilma contou que o abastecimento foi normalizado na segunda-feira.

No final de semana, o Portal também recebeu a reclamação de falta de água no bairro do Rio Sena, no Subúrbio Ferroviário. Segundo a estatal, o fornecimento também já está regularizado.

“Sistema funcionando normalmente”

Em nota de esclarecimento, a Embasa afirmou que “as equipes estão na rua buscando diagnosticar por que está faltando água em alguns locais de Salvador, pois o sistema de Salvador está funcionando normalmente”. Na terça-feira, a central de atendimento da empresa ainda registrou ocorrências no Parque das Bromélias, no Posto de Saúde de Pau da Lima Guilherme Rodrigues Silva e um dos Postos de Saúde do Arenoso. Leia abaixo a nota na íntegra:

As equipes da Embasa estão na rua buscando diagnosticar por que está faltando água em alguns locais de Salvador, pois o sistema de Salvador está funcionando normalmente. O problema é que, por conta da sensibilização da população sobre a medidas preventivas para deter a proliferação do coronavírus, a população está denunciando falta de água sem mesmo verificar se a rede interna do imóvel está funcionando normalmente. Ontem, 17, tivemos três denúncias de falta de água (Parque das Bromélias, Posto de Saúde de Pau da Lima Guilherme Rodrigues Silva e um dos Postos de Saúde do Arenoso) que foi provocada por problema na rede interna dos imóveis. Havia abastecimento na rua e o imóvel estava sem receber.
Nessa situação de contingência, por conta das medidas preventivas para o coronavírus, a Embasa orienta a população a antes de fazer a denúncia, verificar se tem abastecimento nos imóveis vizinhos ou se os registros internos estão todos abertos e se a boia dos reservatórios estão funcionando normalmente.
A Embasa tem o maior interesse de garantir o abastecimento para seus clientes e está trabalhando para corrigir problemas pontuais que estejam ocorrendo.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *