“É preciso tomar um cuidado especial”, explica infectologista sobre trabalho de cuidadores de idosos durante pandemia

“É preciso tomar um cuidado especial”, explica infectologista sobre trabalho de cuidadores de idosos durante pandemia
Cuidado tem que ser redobrado ao lidar com grupo de risco Filipe Augusto | Ag. A TARDE

Ficar em casa tem sido a recomendação mundial durante a pandemia do novo coronavírus, como principal forma de combate à disseminação de Covid-19, no entanto, nem todos podem cumpri-la. Um exemplo disso são aqueles que prestam serviço a grupos de risco, como é o caso dos cuidadores de idosos, que continuam precisando sair de suas casas para exercer sua profissão.

Por estarem lidando com um grupo que está mais vulnerável e que corre mais risco, é necessário que esses profissionais tenham cuidado redobrado. “Já que os idosos tem uma morbidade maior da doença é preciso tomar um cuidado especial. O ideal é que o sapato fique fora de casa e tomar banho assim que chegar, higienização total. É preciso cumprir todas as normas e buscar um isolamento, mesmo que interno, como separar os utensílios e dormir em cômodos separados”, orienta a infectologista Ledívia Espinheira.

No Lar Esperança dos Idosos, que abriga cerca de 25 idosas, localizado na Baixa do Bonfim, a rotina mudou bastante. A técnica em enfermagem, Jaciara Lima, que trabalha no abrigo há muitos anos, conta que diversas medidas foram tomadas. “Pelo fato de as funcionárias não poderem dormir aqui, elas vão para casa, não saem e quando voltam vão direto para o banheiro, tomam banho e vestem a farda, que fica guardada no abrigo. As cuidadoras também usam máscara e usa luva. Estamos todas sempre lavando as mãos e usando álcool em gel”, afirma.

“A higienização do abrigo está acontecendo com maior frequência.Torneiras, maçanetas e corrimãos estão sempre sendo higienizados com álcool. A diarista está fazendo faxina com mais frequência, trocando forro de cama mais vezes. Estamos morrendo de medo e tomando todas as medidas”, completou ela.

Especialista em cuidados com idosos, a enfermeira Adriana Freitas destaca que nesse momento as visitas em lares e abrigos devem estar suspensas. “A situação das Instituições de Longa Permanência do Idosos (ILPI’s) ou lares de idosos são bem diversas. Isso é que faz ser um local que devemos ter um maior cuidado. No geral, todas as ILPI’S devem suspender visitas, inclusive de familiares. Sendo que para isso é preciso conversar com as famílias para que as pessoas idosas não fiquem tristes, ansiosas”, explica a profissional.

Jaciara conta que no Lar Esperança do Idosos, grande parte das moradoras têm doenças como Alzheimer, que acaba dificultando a compreensão da suspensão das visitas.“Elas não estão assimilando, apenas sabem que não estão vendo os familiares e amigos que viam com frequência. Algumas ficam muito tristes, outras diminuíram o apetite. A solução que encontrei foi colocar elas para falar online com eles. Também estamos tentando suprir a ausência dos familiares, por exemplo, tem uma filha que sempre faz crochê com a idosa, outra que leva pra tomar sol, tudo isso estou dando continuidade”, diz a técnica em enfermagem.

Outra medida que está sendo tomada pelo lar é o distanciamento social. “Não deixamos as idosas muito aglomeradas, apesar de não apresentarem sintomas. Suspendemos todos os eventos que estavam marcados e que elas estavam acostumadas”, destaca Jaciara. Apesar de estarem tomando todos os cuidados necessários, ela explica que ainda enfrentam dificuldades.

“As doações diminuíram, porque as pessoas estão focando no álcool e nas máscaras, mas proteína, alimento e leite diminuíram”, revela. O lar aceita doações e pode ser contatado através do número (71) 3312-3120.

1 comment

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

1 Comment

  • Affeto Cuidados
    12 de julho de 2020, 10:56

    Nós da Affetto Cuidados, fazemos atendimento domiciliar, e seguimos todos os protocolos recomendados, todos os nossos cuidadores receberam uma cartilha com as recomendações contra o Covid19, e materiais de higienização como álcool em gel, luvas e mascaras descartáveis.
    Temos que pensar no bem estar e segurança de nossos clientes e colaboradores.
    Conheçam nosso trabalho em https://www.affettocuidados.com/

    REPLY