Diretor da OMS mantém orientação para não realização de grandes eventos esportivos

Diretor da OMS mantém orientação para não realização de grandes eventos esportivos
Diretor de emergências de saúde da OMS disse que pode ser "desastroso" autorizar o retorno de competiçõesFoto: Fabrice Coffrini | AFP

Por AFP

A Organização Mundial de Saúde (OMS) considerou nesta quarta-feira, 6, “irrealista” a realização de eventos esportivos que possam reunir multidões em países onde há transmissão local do novo coronavírus. O diretor de emergências de saúde da OMS, Michael Ryan, disse que pode ser “desastroso” nessas circunstâncias autorizar o retorno de competições permitindo a presença de milhares de pessoas. 

Questionado durante uma transmissão ao vivo nas mídias sociais da OMS sobre a possível data para a retomada de grandes eventos esportivos, Ryan afirmou que era impossível prever. “Nós não sabemos”, disse o epidemiologista. 

“Grandes massas de 40.000, 50.000, 60.000 pessoas … Não é apenas o risco de estar no estádio, mas o transporte público, os bares e clubes”, destacou. 

“Imagine todos os problemas que temos agora com boates e bares, e condense tudo isso por quatro ou cinco horas com milhares de pessoas usando o mesmo transporte público para o local, se envolvendo na festa e depois em todos os aspectos sociais (. ..) Isso pode ser desastroso”, afirmou. 

“Não é realista em países onde há transmissão local” pensar que “assistiremos a grandes concentrações desse tipo este ano”, estimou. 

Os Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020 e a Eurocopa de 2020 foram adiados para o próximo ano, enquanto grandes torneios de futebol, como a Liga dos Campeões e o Campeonato Inglês, foram forçados a realizar partidas a portas fechadas.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *