Com agravamento da pandemia, ala política avalia liberar auxílio emergencial de R$ 600

Com agravamento da pandemia, ala política avalia liberar auxílio emergencial de R$ 600
Ideia é repetir a flexibilização de regras fiscais do ano passado e oferecer auxílio de R$ 600Foto: Marcello Casal JR | Agência Brasil

Caso a Proposta de Emenda Constitucional que prorroga o auxílio emergencial não avance no Congresso, a ala política do governo já prepara um outro plano. A ideia é repetir a flexibilização de regras fiscais do ano passado e oferecer o auxílio emergencial sem reajuste, no valor de R$ 600.

Isso seria feito com a edição de um decreto de calamidade pública combinado à criação do chamado Orçamento de Guerra, conforme O Globo.

Se a proposta alternativa avançar, vai se configurar uma derrota para a equipe do ministro Paulo Guedes, que defende que a nova rodada do benefício social só seja aprovada junto com medidas que sinalizem controle das contas públicas.

Força sindical

O vice-presidente Hamilton Mourão vai receber na próxima terça-feira, 2, o presidente da Força Sindical, Miguel Torres, em uma audiência sobre o auxílio emergencial.

O sindicalista diz que vai defender o valor de R$ 600 –o ministro Paulo Guedes (Economia) tem defendido R$ 250 como limite. Torres afirma que também vai abordar a questão de vacinação com o vice.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *