China flexibiliza condições de entrada para estrangeiros

China flexibiliza condições de entrada para estrangeiros
No fim de março, China fechou as fronteiras aos estrangeiros por temer novas contaminaçõesFoto: Nicolas Asfouri | AFP

Por AFP

A China flexibilizou as condições de entrada dos estrangeiros com determinadas permissões de residência, um passo a mais para o retorno dos moradores que ficaram retidos fora do país devido à pandemia.

O novo coronavírus foi detectado pela primeira vez na cidade chinesa de Wuhan no fim de 2019. Depois se propagou por todo o mundo.

No fim de março, China fechou as fronteiras aos estrangeiros por temer novas contaminações importadas, no momento em que a pandemia de covid-19 estava relativamente controlada em seu território.

Com raras exceções, os estrangeiros que moravam na China mas que estavam fora do país no momento não foram autorizados a retornar ao território chinês.

Em agosto, o governo permitiu o retorno de cidadãos de 36 países europeus com permissões de residência válidas. Estas pessoas, no entanto, precisaram obter um novo visto, expedido gratuitamente.

Agora, os estrangeiros com permissão de residência ainda válida “relacionado com uma atividade profissional” podem retornar à China sem a necessidade de solicitar novos vistos, informou o ministério das Relações Exteriores.

A medida também se aplica às pessoas que se beneficiam da reunificação familiar. Os estudantes não são afetados aparentemente por esta nova flexibilização.

O governo confirmou que segue em vigor a quarentena de 14 dias, que será respeitada em um hotel, na chegada ao território chinês.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *