Camaçari deve adotar toque de recolher a partir deste sábado

Camaçari deve adotar toque de recolher a partir deste sábado
Município teve aumento de 50% nos casos de coronavírus em menos de um semanaFoto: Divulgação

Após registrar aumento de 50% nos casos de coronavírus em menos de um semana, o município de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, deve dar início ao toque de recolher ainda neste sábado, 30. O prefeito da cidade, Elinaldo Araújo, se reúne com integrantes da Polícia Militar e da gestão municipal pela manhã para definir os detalhes da operação.

Conforme a prefeitura, mesmo com os feriados antecipados de segunda (25) a quarta-feira (27) e com os pontos facultativos de quinta (28) e sexta-feira (29), Camaçari iniciou a semana com 150 casos confirmados de contaminação no último domingo, 24, chegando a 226 na sexta-feira, 29.

Somente na sexta, foram 36 novos casos. Assim que recebeu o boletim, o prefeito convocou uma reunião de emergência para a implantação do toque de recolher, segundo a prefeitura.

“Estamos tomando todas as medidas necessárias para impedir o avanço do vírus desde o início. Nesta semana, esperávamos uma estabilização, uma redução no número de casos com os feriados antecipados, o que, em tese, evitaria aglomerações. No entanto, essa iniciativa aparentemente não foi suficiente e precisaremos endurecer as ações para reverter essa curva de crescimento”, afirmou Elinaldo, em nota.

Medidas como o fechamento do comércio, suspensão das aulas e interdição das praias, além da proibição de eventos e atividades que podem gerar aglomerações, a exemplo das ações esportivas e festas, já foram decretadas em Camaçari. Somente serviços essenciais, oferecidos por mercados e farmácias, estão autorizados a funcionar.

2 comments

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

2 Comments

  • Darleia Trindade De Oliveira
    30 de maio de 2020, 17:43

    Boa noite , não bastar ter toque de recolher, deve haver uma fiscalização no centro da cidade , onde a maioria da loja q não são produtos essensias estão funcionando discretamente , com funcionários trabalhando sem fardas

    REPLY
  • Vasconcellos
    30 de maio de 2020, 21:01

    Será que o povo de Camaçari vai aceitar esse abuso? O direito de ir e vir é sagrado além de inconstitucional isso não é eficiente no combate a pandemia! O medo ta cegando as pessoas estão abrindo mão de suas liberdades em troca de segurança mais quem abre mão de liberdade em troca de segurança fica sem liberdade e sem segurança!!!

    REPLY