Cairu terá passeios liberados na 2ª fase

Cairu terá passeios liberados na 2ª fase
Visitantes chegando em Porto Seguro pelo aeroportoFoto: Divulgação

Jane Fernandes

No município-arquipélago de Cairu, que inclui destinos como Morro de São Paulo, Boipeba e Moreré, a retomada das atividades turísticas aconteceu no dia 3 de setembro, com lotação plena da rede de hospedagem, autorizada a operar com 50% da capacidade.

A expectativa é de aumento gradual do fluxo, principalmente com a liberação dos passeios na região, que vai acontecer na segunda fase da reabertura.

A previsão inicial para esta ampliação é o dia 29, quando serão conhecidos os resultados dos testes das equipes de hotéis e pousadas que iniciaram a operação até 7 de setembro, explica a secretária de Turismo de Cairu, Diana Farias. A partir destes dados e da análise do crescimento no número de casos, o Comitê de Retomada Econômica vai decidir se é possível iniciar a nova etapa.

Diana conta que a segunda fase também prevê a liberação das casas de aluguel e que os proprietários estão sendo capacitados quanto aos protocolos necessários para entrega do imóvel ao turista.

A secretária ressalta que a predominância de turistas de outros estados entre os que passaram o feriadão de 7 de setembro em Morro de São Paulo foi uma surpresa positiva e a expectativa é que até o final do ano seja atingida 100% de ocupação na rede de hospedagem.

Em Porto Seguro (a 589 km de Salvador), o secretário de Turismo, Paulo César Pereira Magalhães, conta que o município ficou fechado para visitantes entre os dias 20 de março e 15 de julho.

Após esta data, a cidade começou a receber alguns voos comerciais e a prefeitura permitiu a reabertura de hotéis e pousadas com o selo do programa Porto Mais Seguro.

Magalhães explica que o selo indica a adequação de hotéis e pousadas aos protocolos estabelecidos pela gestão municipal para a prevenção da Covid-19. Ele destaca que no feriado, a rede de hospedagem teve ocupação total da capacidade liberada para uso, que é de 50% atualmente.

Segundo o secretário, Porto Seguro recebeu 48 voos comerciais em julho, mas o mês de setembro deve ser finalizado com 108 voos e a previsão é de que o número chegue a 180 em outubro. Magalhães acredita que a oferta chegue a 60% da anterior à Covid-19 no início da temporada de verão. Ele lembra que a cidade tem recebido um fluxo significativo de pessoas que têm optado por viajar de carro.

Em Lençóis (a 418 km de Salvador), que adiou a primeira previsão de reabertura devido ao crescimento de 300% em casos suspeitos, a prefeitura divulgou 1º de outubro como nova data. Os turistas terão de apresentar um exame de Covid-19 e comprovar reserva em um meio de hospedagem autorizado. O teste negativo precisa ter sido feito em até 72 horas antes da chegada ao município, mas se o resultado for positivo, o laudo deve ter sido expedido três meses antes.

De acordo com a prefeitura, os turistas poderão visitar os atrativos que estão fora do Parque Nacional da Chapada Diamantina, a exemplo da Cachoeira do Mosquito e o Balneário Mucugezinho. Conforme informado pelo ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), responsável pela gestão do Parque, ainda não há previsão de abertura para visitação.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *