Bolsonaro volta a defender uso da cloroquina e se reúne com Mandetta para ‘ajustar sintonia’

Bolsonaro volta a defender uso da cloroquina e se reúne com Mandetta para ‘ajustar sintonia’
Segundo ministro, reunião com Bolsonaro foi "tranquila"Foto: Pedro Ladeira | Folhapress

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender o uso do medicamento hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. De acordo com informações do Globo, Bolsonaro repetiu ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, nesta quarta-feira, 8, estar certo ao insistir no uso do medicamento, já que “dois médicos de São Paulo” teriam sido “curados” após o tratamento com o remédio.

Ele se referiu ao cardiologista Roberto Kalil, que assumiu ter usado o medicamento para combater o coronavírus, e o infectologista David Uip, que não admitiu o uso da substância, mas teve divulgado o seu receituário.

Segundo o site, o encontro de Bolsonaro com Mandetta teria sido solicitado pelo ministro, com o objetivo de buscar uma trégua da crise política que ambos enfrentam em meio à pandemia do coronavírus. De acordo com o ministro, a reunião com o presidente foi “tranquila”. Ele afirmou que a conversa com Bolsonaro foi para buscar equilíbrio no governo e “ajustar a sintonia”.

Ao final da reunião, Mandetta declarou que vai focar no trabalho e que falará, na coletiva da tarde, sobre o cenário atual do novo coronavírus.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *