Acordo revela que AstraZeneca impôs restrições ao Brasil na vacina da Covid-19

Acordo revela que AstraZeneca impôs restrições ao Brasil na vacina da Covid-19
Texto explicita que a empresa multinacional fica com o direito de estabelecer o fim do período da pandemiaDivulgação

O acordo da AstraZeneca, que está desenvolvendo uma vacina contra a Covid-19 com a Universidade de Oxford, com o governo brasileiro revela que a empresa estrangeira impôs condições sobre a venda da futura vacina contra a Covid-19. Entre elas, o pagamento de royalties, manteve a patente sobre o produto e poderá até mesmo definir o que considera como a data do final da pandemia, já a partir de julho de 2021.

Detalhes do documento foram revelados pelo portal UOL. O Memorando de Entendimento entre a Fiocruz e a AstraZeneca, assinado em 31 de julho, fica ainda estabelecido que, se a vacina não der resultados, não haverá um reembolso.

O texto ainda explicita que a empresa multinacional fica com o direito de estabelecer o fim do período da pandemia. Esse trecho específico do acordo também foi publicado nesta quinta-feira, 7, pelo jornal Financial Times.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *