ACM Neto diz que momento crítico em Salvador está chegando e não descarta ‘lockdown’

ACM Neto diz que momento crítico em Salvador está chegando e não descarta ‘lockdown’
Prefeito aponta relaxamento da população |Foto: Divulgação

O prefeito ACM Neto não descarta o endurecimento das medidas de combate ao novo coronavírus em Salvador. Segundo o chefe do Executivo, o relaxamento da população soteropolitana em relação aos cuidados em meio à pandemia vai de encontro com o risco iminente de alta na curva de contágios.

“Quanto mais êxito a gente tem com as medidas de restrição já estabelecidas, controlando a curva e evitando um número desenfreado de mortes em nossa capital, mais há uma sensação das pessoas que está tudo sob controle, e não é verdade”, ressaltou Neto, em entrevista à TV Bahia, nesta terça-feira, 5.

“O momento crítico para salvador está chegando a partir da segunda quinzena de maio”, alertou o prefeito, admitindo a possibilidade de lockdown (bloqueio total).

“O tal do lockdown pode sim acontecer, inicialmente pode ser direcionado a um determinado bairro, que a gente feche inteiramente o comércio, interdite as ruas e impeça as pessoas de terem mobilidade na avenida principal e depois, se necessário, ser estendido para a cidade toda. Espero que isso não tenha que acontecer”, ponderou.

O lockdown está sendo adotado a partir desta terça-feira em São Luís e região metropolitana, no Maranhão.

13 comments

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

13 Comments

  • Berenguer
    5 de maio de 2020, 09:50

    NÃO ACRETIDO NISSO! OS DADOS DE NÚMEROS DE INFECTADOS E MORTES NÃO SÃO REAIS! BASTA DE ARMAÇÃO!

    REPLY
    • Uatu@Berenguer
      5 de maio de 2020, 14:39

      Berenguer, prove que não são reais, seu fanático fdp.

      REPLY
    • Carvalho@Berenguer
      6 de maio de 2020, 11:06

      Ok. Pegue sua mãe, seu pai e seus filhos e vá passear na feira de São Joaquim. Vão chupar um gelado!

      REPLY
  • Marcos
    5 de maio de 2020, 12:46

    Será que o prefeito esta querendo ganhar popularidade quebrando a cidade de salvador? Ele deve buscar orientacao com o governador de Minas Romeu Zema, pq lá a economia segue firme e com menos mortes que aqui.

    REPLY
    • Sergio@Marcos
      5 de maio de 2020, 21:34

      SEISCENTAS mortes pelo coronavirus hoje, em todo o Brasil. Logo, logo você vai perceber a "conveniência" de ficar em casa – para tua própria sobrevivência, bbk!

      REPLY
  • Rafael
    5 de maio de 2020, 14:12

    Período do carnaval ninguém se preocupou! mas não se preocupem meu povo, vem ai as eleições, na véspera das eleições um milagre vai acontecer, o coronavírus vai sumir rapidinho.

    REPLY
  • guido
    5 de maio de 2020, 15:42

    Começamos com "Em fim" Em fim 144 mortos não são muitos sobre uma população de cerca de 16 milhões na Bahia. O que preocupa é a curva de infectados, internados e mortos, que esta subindo, ou seja, a virose esta se espalhando na capital e interior e não para de crescer. O que, ainda mais, me preocupa é a postura da população baiana e, mais ainda soteropolitana. Moro em uma comunidade de Salvador, branco, 70 anos. O que escuto e vejo, na rua, todos os dias é assustador. Me repetem que negro é mais forte de branco, quando as estatisticas demostram o contrario. 62% a mais de negros frente aos brancos. Covid 19 só pega em idosos. Cachaça mata o virus. Gente sem mascara e aglomerações na rua, nos bancos, nas lotericas,mercado. Tudo justificado por uma necessidade momentanea. Seguindo aquele instinto da manada que se comporta toda do mesmo jeito, sem uma justificativa logica e acabando toda junta para o precipicio.

    REPLY
  • Curcino
    5 de maio de 2020, 17:00

    Sabemos que o bairro pituba, Salvador Ba. foi onde teve a primeira vítima pelo covid19, e a proliferação continuou e o bairro pituba mantém na dianteira de infectados.
    Mas, não poderia ser diferente, o movimento excessivo de pessoas andando pelas ruas sem nenhuma proteção, pessoas idosas, muitas farmácias com aglomeracoes, os autonomos com bancas supermercados,movimentação automoveis, emfim, continua como se nada tivesse acontecendo além das enormes filas na caixa econômica.
    Está na hora de haver fiscalização mais dura para evitar essa dessiminacao do corona vírus.

    REPLY