ACM Neto anuncia medidas restritivas em Pernambués; Brotas sai da lista

ACM Neto anuncia medidas restritivas em Pernambués; Brotas sai da lista
Prefeito fez anúncio durante coletiva ao vivo nas redes sociaisMax Haack | Secom PMS

O bairro de Pernambués passa a receber neste sábado, 30, o conjunto de ações mais restritivas de proteção à vida. O anúncio foi feito na manhã desta quinta, 28, pelo prefeito ACM Neto (DEM), durante a inauguração do Restaurante Popular Cuidar Pau da Lima, que teve transmissão no Instagram. As medidas têm duração inicial de sete dias.

De acordo com o prefeito, o bairro teve um número crescente de casos do novo coronavírus durante o mês de maio. Dos 98 casos registrados, 85 foram neste mês e 53 aconteceram nos últimos sete dias.

A partir de sábado, toda atividade econômica formal e informal está proibida de funcionar no bairro. A exceção são os supermercados, padarias, delicatessens, farmácias e estabelecimentos que utilizam o sistema de delivery, sem retirada no local, além de serviços de saúde.

Além disso, o bairro de Cosme de Farias vai continuar com as restrições, também por mais sete dias. Em contrapartida, Brotas vai deixar a lista de bairros incluídos nas ações de proteção à vida.

“Compreendemos que as ações foram coroadas em pleno êxito em Brotas, conseguimos reduzir o número de novos casos de coronavírus, organizar o comércio, ambulantes e feirantes. Fica aqui nosso voto de confiança que a organização será permanente. Nós continuaremos monitorando”, disse ACM Neto.

1 comment

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

1 Comment

  • Lauro
    28 de maio de 2020, 18:09

    Que medidas restritivas pífias! Carnavalesco Neto, o povo deixou de levar fé no senhor. Tirar brotas da lista de medidas restritivas? Parece que o senhor está torcendo para acontecer o caos. Não acredito em nada do que o senhor e o governadorzinho faça. Esses números que os senhores passam pra mídia é tudo mentira pra enganar o povo.

    REPLY