Wet´n Wild e Clínica Santa Clara são requisitados para montagem de estruturas contra coronavírus

Wet´n Wild e Clínica Santa Clara são requisitados para montagem de estruturas contra coronavírus
Prefeitura também anunicou requisição administrativa de EPI´sFoto: Divulgação | Secom

A prefeitura de Salvador requisitou administrativamente no sábado, 21, o Wet´n Wild Eventos e a antiga Clínica Santa Clara, situada no bairro do Itaigara, para montar estruturas para serem empregadas no combate ao coronavírus.

Conforme documento encaminhado aos diretores, gestores e proprietários dos dois imóveis, a requisição administrativa vai durar pelo período coincidente à emergência de saúde pública internacional. No prazo de dez dias, caberá à Secretaria Municipal da Saúde a avaliação de todos os bens móveis que integram o Wet´n Wild e a Clínica Santa Clara.

Em edição extra do Diário Oficial do Município, também publicado neste sábado, é estabelecida a requisição administrativa de equipamentos de proteção individual (EPI´s), como máscaras cirúrgicas, máscaras de proteção, luvas de procedimento, aventais hospitalares e óculos de proteção, além de antissépticos para higienização.

No mesmo dia, também foi anunciada a contratação emergencial de 388 profissionais de saúde, incluindo médicos plantonistas, infectologistas, sanitaristas, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas.

“Vamos reforçar nossas equipes de saúde contra o coronavírus. A Prefeitura não vai poupar esforços para fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para cuidar da vida das pessoas. Junto com vocês, vamos vencer o coronavírus”, explicou o prefeito,em uma publicação nas redes sociais.

O edital para ampliar o número de profissionais de saúde será publicado segunda-feira, 23, e a contratação se dará via Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). 

3 comments

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

3 Comments

  • All
    23 de março de 2020, 00:19

    Senhores gestores públicos, não vai haver dinheiro suficiente pra compensar o fechamento do comércio da forma que está sendo feita. Não vai ter como o estado nem a prefeitura compensar os autônomos se esta quarentena demorar mais de um mês.

    Medidas restritivas de aglomeração, horário de funcionamento, seriam eficazes e não quebrariam todo um setor que é responsável por boa parte dos empregos e renda da população. Quando começar a faltar comida e as contas deixarem de ser pagas o pandemônio pode ser pior que a pandemia.

    Em que pese a leniência do plano federal, não vamos agir de forma desesperada pra conter um vírus que mata de 1 a 3% dos infectados.

    É duro mas a verdade precisa ser dita e processada. Medidas tem que ser tomadas pensando no mal menor já que salvar a todos será impossível.

    Ficar em casa pra quem recebe pensão ou salário fixo é uma coisa.

    Pra quem é autônomo é um terror maior do que ficar na rua a mercê do vírus.

    Não estamos falando de ebola, nem de uma gripe que mata a metade dos infectados.

    Alguém terá que assumir o prejuízo político de tomar as medidas corretas.

    REPLY
  • ALEXANDRE FREIRE GOMES
    28 de março de 2020, 20:06

    Boa noite a todos , que esses 1 a 3 % não seja um parentesco seu , deixe de ser hipócrita e desumano fique em casa e acabou

    REPLY
  • Denise Santos de Souza
    22 de maio de 2020, 07:49

    Fazer parte da equipe multidisciplinar..

    REPLY