Grupo Odebrecht anuncia medidas de combate à Covid-19

Grupo Odebrecht anuncia medidas de combate à Covid-19
Oito empresas integradas já divulgaram ações de solidariedade |Foto: Divulgação

O Grupo Odebrecht anunciou uma série de medidas de combate à Covid-19. Até o momento, oito empresas integradas já divulgaram ações de solidariedade, tanto no Brasil, como no exterior.

A Atvos, que produz e comercializa etanol, açúcar VHP e energia elétrica produzida a partir da biomassa, cederá até 160 mil litros de álcool 70% para instituições da Bahia, São Paulo, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. A OR, braço imobiliário do Grupo, colocou à disposição das autoridades as instalações do Parque Olímpico, no Rio de Janeiro, para serem adaptadas como hospital de campanha.

A OEC, OR e Odebrecht S.A. fizeram doações à Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB) para a compra de respiradores mecânicos destinados a hospitais baianos. A OEC disponibilizou ainda suas instalações de canteiros de obras nos diversos locais de atuação, para serem usados em ações de combate ao vírus, além de oferecer aos clientes governamentais no Brasil e no exterior executar obras emergenciais com lucro zero. Na República Dominicana, doou duas ambulâncias para as autoridades de saúde. No Panamá e Angola, caminhões-pipa da OEC estão sendo utilizados para abastecimento de água e desinfecção de vias públicas. Em Angola, através da usina sucroalcooleira da Biocom, doou 20.000 frascos de 500ml de álcool 70% para o Ministério da Saúde, e doará outros 20.000 diretamente para hospitais, creches e casas de idosos.

Fonte Nova e estaleiro

A Odebrecht S.A. ofereceu também o Centrad, em Brasília, e o estádio Fonte Nova, em Salvador, para serem transformados em hospitais de campanha. A Fonte Nova já vem sendo utilizada para a vacinação de idosos, no modelo drive-thru.

Já a OTP ofereceu ambulâncias e profissionais de saúde em cidades cortadas por suas autoestradas e distribuiu kits de álcool em gel para caminhoneiros. Conversará com as autoridades sobre a oferta de gratuidade nos pedágios para veículos usados nos serviços de combate à pandemia.

O estaleiro Enseada, implantado e licenciado em Maragojipe, na Bahia, disponibilizou leitos e ambulância para as comunidades, e avalia com a Marinha e Capitania dos Portos a transformação de seu estaleiro em terminal de atracação para se instalar ali um centro de distribuição de equipamentos e bens para o Recôncavo. Iniciativas com o mesmo sentido de solidariedade também ocorrem na Braskem.

Segundo o presidente da Odebrecht S.A., Ruy Sampaio, promover medidas de apoio às comunidades onde o Grupo atua é uma característica histórica da empresa. “Estamos sempre juntos às nossas comunidades, vivendo lado a lado com elas as suas alegrias, e também as suas angústias e os seus desafios”, revelou o dirigente em comunicado interno enviado aos Integrantes do Grupo.

Últimas Notícias

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *